3 de dezembro de 2013

Dicas de Alfabetização

Eles confundem 'P' com 'B'

Especialistas garantem que é comum trocar as letras no processo de alfabetização

31/10/2013 14:35
Texto Maria Clara Braz
AnaMaria
Foto: Raoni Maddlaena
Foto: A confusão é normal e desaparece à medida que a criança escreve mais
A confusão é normal e desaparece à medida que a criança escreve mais
Ler e escrever, depois que a gente aprende, vira um processo quase automático. Mal paramos para observar quantas curvas e retas formam as letras de uma palavra. Na infância, porém, esse conhecimento ainda está em construção. Lá, aprendemos a direção da escrita e a grafia de cada letra. "Nessa fase, é comum algumas crianças confundirem o sentido da escrita, começando a partir da direita, ou trocar letras como P e D", explica Regina Scarpa, consultora da Fundação Victor Civita. "Em geral, isso se corrige sem maiores problemas."

AlfabetizaçãoEspecial Alfabetização 
Dicas e informações para melhorar a aprendizagem da leitura e escrita de crianças e adultos.


Não diga que está errado

Para resolver a questão, o ideal é conversar com a criança sobre as trocas. Rosemeire recomenda nunca dizer que a criança está errada. "Prefira chamar a atenção de outra maneira. Sugira que ela compare o que escreveu com o que foi escrito pelo professor ou por um colega. Pedir que ela leia o que escreveu nem sempre funciona, porque, naquele momento, ela enxerga a letra espelhada como se fosse a correta. Essa comparação visual é mais eficiente", explica.

Número 3 ou letra E?

Essa confusão é normal e passageira - e desaparece à medida que a criança escreve mais. "É muito normal encontrar alunos que espelham letras e números. Geralmente, fazem confusão com números (espelhando 9, 6 e até o 2) e se atrapalham com letras e números, como E e 3", diz Rosemeire Mendonça, coordenadora da Educação Infantil do Colégio Piaget, de São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo.

E... se não passar?

Se, depois de alfabetizada, a criança seguir escrevendo letras espelhadas, aí sim os pais devem ficar mais atentos e consultar uma psicopedagoga, para checar se há algum problema de aprendizagem.

http://educarparacrescer.abril.com.br/aprendizagem/confundem-p-b-390236.shtml#

Nenhum comentário:

Postar um comentário